Collection by beto faria

Caiowaá

Like
Comment
Share

A família morando e trabalhando na Pompéia, viram em um imóvel bastante deteriorado, na mesma rua onde moram, a oportunidade de fazer a nova casa do filho mais velho. Vindo de uma experiência anterior, o loft, todo conceito de convívio social desenvolvido antes foi mantido: o gosto por receber amigos e a família para cozinhar e comerem juntos, assistirem a filmes, mantêm esses espaços integrados: estar, jantar, cozinha, churrasqueira e jardim. Sobre a laje da churrasqueira foi encomendada uma horta, já que é o lugar mais ensolarado do quintal, poderia abastecer esses encontros com tempero fresco. A parte íntima da casa tem uma configuração mais conservadora que o loft: duas suítes, sendo a maior bastante espaçosa para abrigar escritório e espaço para assistir TV. Outro pedido foi a mudança dos caixilhos em ferro. Com melhor vedação e proporcionando mais conforto, projetamos os novos caixilhos em alumínio, nas folhas de vidro internas, e madeira, nas venezianas e portas. Mesmo com um programa enxuto com sala, cozinha, área de lazer, área de serviço e dois dormitórios; num terreno estreito de 6x30m, teríamos dificuldade de iluminar naturalmente os cômodos do miolo da casa. Criamos, então, um pequeno jardim interno, descoberto, que permitisse a entrada da luz e a ventilação necessárias. Esse jardim é rodeado de vidro sem caixilhos, para manter maior neutralidade visual possível. Com portas e janelas, quando abertas, fazem a troca de ar com muita eficiência. A chuva entrar no andar inferior é um momento especial, sobretudo pra quem está na cozinha de frente para o jardim. A entrada do sol também proporciona belas imagens nas sombras que faz o jardim. Na prática, nem sempre as coisas acontecem como planejamos. Essa é uma solução que deu um resultado muito feliz. A topografia do terreno tem um desnível negativo de mais de três metros em relação à rua. Com essa diferença e querendo manter um gabarito de casa térrea, perfil original de boa parte das casas do bairro, a solução foi fazer a área íntima no nível da rua e a área social e de lazer no piso inferior, que permite a integração desses espaços, e pra cumprir a demanda do uso social que eu citei antes. Assim, entrando na casa, você encontra um hall que distribui, através de uma passarela, para os dormitórios, em cima, e, à esquerda, uma escada que leva para o andar social, embaixo

Comments
Everybody loves feedback. Be the first to add a comment.
The author will be notified whenever new comments are added.
Dwell Life © 2016Download our iOS App

Join us and discover, create, and collaborate with the Dwell community.

Log in